AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Chama da lareira

 


Acordei para mais um dia que me ofereces

Repleto de oportunidades e decisões

Sei que a quem Te pede, não esqueces

Recebe a minha gratidão e orações

 

O alimento que me sacia e nunca me falta

É a Ti que devo sempre agradecer

Não importa se não conheço a luz da ribalta

A saúde e a paz são o ideal para viver

 

És a chama da lareira que me mantém quente

E o agasalho que me protege no exterior

Quem diz que a ninguém deve, mente

Não se ilumina uma casa com um só interruptor


domingo, 19 de setembro de 2021

Papagaio de Papel - Poesia Infantil

 


Vou fazer um papagaio de papel

Com muitas bolinhas pintadas a pincel

Vou usar as fitas mais coloridas que encontrar

Para fazer os lacinhos numa cauda de encantar

Quando o levar à rua, lindo, pela mão

Vai causar inveja a quem só tem um peão

Vou subir a colina mais alta da minha cidade

E fazer o papagaio voar de tanta felicidade

Agora sou o piloto do meu papagaio colorido

Adoro vê-lo voar, parece tão divertido

É tão bom criar o nosso brinquedo

Faz-nos mais felizes, livres do medo

Brincar ao ar livre com meu papagaio de papel

É uma enorme alegria, tão doce quanto mel


quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Enviar os meus Abraços

 


Quero enviar alguns abraços apertados

Tenho que escolher o modo de expedição

Desejo que cheguem aos mais necessitados

E àqueles a quem é preciso aconchego no coração

 

Se os abraços me sobram e são de graça

Porque não os hei-de distribuir?

Não interessa no fim dar a carcaça

Se ninguém quis o festim dividir

 

Quero que os meus abraços cheguem intactos

E levem o carinho com que os estou a partilhar

O pouco que, por vezes, temos em nossos pratos

Deve dar sempre para noutros pratos colocar

 

Que me sobre sempre um abraço verdadeiro

Insisto em enviá-lo a quem dele carecer

Repartir o bem sem ser pedido primeiro

Faz o mal, de tanta vergonha, se esconder


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...