AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sábado, 16 de fevereiro de 2019

Diogo



De olhinhos curiosos
Igual a tudo que é pequenino
Onde fores meu menino
Ganhes sempre aos invejosos
Onde fores sê sempre atencioso

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

Forte como o Café


Doce como o chocolate
Sem grande espalhafate
É o amor que nos une
Fresca como a chuva de verão
É a constante paixão
A que o nosso amor não está imune

Forte como o café
E sempre de boa-fé
É o nosso amor precioso
Aconchegante como o sol de inverno
Sempre actual e moderno
É um amor para lá de grandioso.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

Não faço por fazer


Se é para não sonhar
Prefiro nem me deitar
Muito menos adormecer
Se é para não fazer o bem
Nem pede que não tem
Não faço só por fazer

Se é para falar baboseiras
Nem me apresente as fofoqueiras
Que não tem pano p’ra mangas
Se é para me dar migalhas
E me deixar com mais tralhas
Já conheço as tuas tangas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...