AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Perder o Caminho

Imagem: internet

Se perdeste a direcção
Ficaste sem sentido e sem noção
Tira um segundo para respirar
Por vezes parece complicado
Que o mundo está do lado errado
Mas tudo depende de como enxergar

Se já não conheces a estrada
E a recta parece estar errada
Faz uma pausa para pensar
O caminho vai estar sempre lá
Não importa como se vá
Interessa saber como caminhar.

                                                                            

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Esperei pelo Amor

Imagem: internet


Esperei mais que a conta
Que o amor batesse à porta
Mas dele nem patavina
E a paciência acabou morta

Que falta de educação
E tamanha irresponsabilidade
Magoar assim um coração
Com tanta deslealdade

Esperei um pedido de desculpa
Ou um sinal de arrependimento
Ninguém quis assumir a culpa
E continuou o sofrimento

 O amor já não faz sentido
Nem tem sentido algum
Amar está mais que batido
E não leva a lugar nenhum.

                                                                       

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

A Tristeza e a Solidão

Imagem: Internet

A tristeza veio acompanhada
Muito bem arranjada
Entrou sem pedir licença
A solidão que vinha com ela
Nem fechou a cancela
Agiu com total indiferença

A sua conversa era piedosa
Sem sentido, duvidosa
Um discurso lamentável
Ninguém as queria ouvir
Muito menos interagir
Com gente tão deplorável

A tristeza ficou sem assunto
E a solidão que veio junto
Encarou-a esperando uma reação
Não sabendo o que dizer
Muito menos o que fazer
Abalaram sem nem sequer uma saudação.
                                                                                        

domingo, 22 de janeiro de 2017

Isso tem a mão do Senhor

Imagem: internet


O alimento que nasce da terra
E brota das árvores no seu esplendor
A chuva que cai no alto da serra
Isso tem a mão do Senhor

A lenha que arde na lareira
Aquecendo o Pai, a Mãe e os seus
O sol que seca o milho na eira
Isso tem a mão de Deus

O trabalho que nos provém o sustento
E ajuda na vida do trabalhador
O pão que nasce da farinha e do fermento
Isso tem a mão do Senhor

A casa que nos recebe ao final do dia
Protegendo de todos os ateus
O azeite que nos enche a almotolia
Isso tem a mão de Deus

A saúde, o amor, a sanidade
A paz e harmonia interior
O conhecer a liberdade
Isso tem a mão do Senhor.

                                                                               


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Cada dia posso recomeçar

Imagem: Internet

Cada dia é um recomeço
Uma hipótese de fazer melhor
Pelo dia de hoje eu agradeço
Porque amanhã pode ser pior

Cada dia é uma oportunidade
Para repensar nossas atitudes
O sol traz sempre a claridade
E não se gaba das suas virtudes.

                                                                                   

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

A Chuva e o Frio

Imagem: Internet


A chuva hoje cai de mansinho
Quase nem faz barulhinho
Não nos quer incomodar
O frio veio à boleia
Deixando a casa cheia
De ar fresco de arrepiar

Ao meio do dia
Cansada da companhia
A chuva foi embora
O frio que estava a pé
Aproveitou a maré
E saiu porta fora.

                                                                     


terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Não leves o meu Amor

Imagem: Internet


Se chegarmos a dizer adeus
Vou pedir a Deus
Que me venha amparar
Se já não quiseres dividir a dois
O que seria o nosso depois
Vou deixar a tristeza me levar

Se levares o meu amor contigo
Vou viver em constante perigo
Nem vou saber levar a vida
Promete que demoras um bocadinho
Que me deixas só um pouquinho
Para eu não me sentir perdida

Vais soltar assim no mundo
Um sentimento tão profundo
Por pura inquietação?
Tem cuidado com o que queres
E a quem os golpes desferes
Não queiras viver em contra-mão.

                                                                       


sábado, 7 de janeiro de 2017

Não saem as palavras

Imagem: Internet

De caneta firme na mão
E folhas de papel em branco
Escrevo agora sem noção
Como o caminhar de um manco

Com o pensamento em bloqueio
E as palavras que saem turvadas
Sinto-me como o amigo do alheio
Que vive de coisas roubadas

A escrita não sai como combinado
Nem as letras querem colaborar
Tenho que dar o dia por terminado
Talvez amanhã já consiga palavrear.

                                                                           

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

O amor era tudo

Imagem: Internet


Partiste sem dó nem piedade
Um coração que só a ti pertenceu
Não soubeste a preciosidade
Que a tua alma perdeu

Deixaste lágrimas no teu lugar
E um vazio sem medida
Não sabes verdadeiramente amar
Só conheces a porta de saída

O amor que era tudo
E apenas vinha de mim
Da tristeza ficou mudo
E sem querer chegou ao fim.

                                                                               





quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Ser Mãe ♥

Imagem: Internet


O brilho nos olhos dos filhos
São a luz na vida de quem os tem
Os sorrisos e os sarilhos
São a alegria de uma Mãe.

Os rebentos vão crescendo
Rodeados de amor incondicional
Mãe é quem protege dos medos
Mãe é um ser fenomenal.

Sacrifícios, lutas e conquistas
Porque ser Mãe é viver sempre em alerta
Tentar decifrar todas as pistas
É aceitar quer a Mãe não está sempre certa.

                                                          

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Gosto do vazio


Gosto do vazio da rua
Da companhia da Lua
Nas noites de solidão
Gosto dos sorrisos de bom grado
De quem reconhece o seu pecado
E toma a melhor decisão.

Gosto da chuva que cai de mansinho
Do silêncio do meu cantinho
Do aconchego da paz interior
Gosto de quem diz a verdade
De quem assume a responsabilidade
De saber que sei dar o devido valor.

                                                                                                    


segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Mana


És o meu Anjo Protector
Companhia a qualquer hora
És o melhor da minha vida
É contigo que o amor mora

Do berço até à cova
Irmãs para a eternidade
Amigas a toda a prova
Sem ti não sou nem metade.