AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

O meu Rosário

Imagem: internet

As contas do meu rosário
Minha verdadeira companhia
Quando pousadas no breviário
São a luz que mais me guia

Com o rosário na mão
E a alma querendo fraquejar
Falo com Deus em oração
E acalmo a minha dor a rezar.

                                                                        

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Joelhos Esfolados

Imagem: internet

De sorriso maroto
Com ar de garoto
É assim ser criança
Brincadeira pegada
Á bola ou à apanhada
A alegria na liderança

Com os joelhos esfolados
Cabelos desgrenhados
O jogo não pode parar
Fazer corridas de bicicleta
Agarrados à furgoneta
Ser criança a brincar

Os amigos para a vida
Sem prazo nem medida
É na infância que se conhece
A felicidade tão acessível
Tão perto e tão credível
É na criança que acontece.

                                                                 

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Leva metade do meu coração

Imagem: internet

Toma metade do meu coração
Soubeste ganhá-lo honestamente
Trata e cuida com devoção
Espero que te pertença eternamente

Fala-lhe todos os dias
Palavras de muito carinho
O coração é como as crias
Não gosta de estar sozinho

Sabes amor a tua metade
É a que melhor eu cuidei
Leva junto a felicidade
Que contigo eu encontrei.

                                                                           

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Qual Riqueza?

Imagem: internet

Quem vive a contar tostões
Querendo somar milhões
Acaba por não viver direito
Quem se aliou à ganância
Fez da fortuna a última instância
Aceitou ser feliz do pior jeito

A riqueza palpável
É tão lamentável
Triste sina a do rico
A conta recheada
Tão cheia de nada
Feliz vida de jerico.

                                                                         

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Amor Dengoso


Imagem: internet

Amor dos dias de inverno
Com sorriso terno
E olhares de cumplicidade
Amor de jeito dengoso
Com manias, caprichoso
Amor para a eternidade

Amor, tu deixas assim
Um efeito em mim
De carinho prolongado
Amor de cara lavada
Com boa cartada
Doce como o rebuçado

Amor das manhãs de feriado
Sem hora nem recado
Com tempo para divagar
Amor das noites de verão
Luz que ilumina a escuridão
Amor com tempo para amar.

                                                                           

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Viver para ostentar


Imagem: internet

Se vives da aparência
E julgas pelo exterior
Meu caro, isso é indecência
Ninguém nasce sem interior

Se gostas de ostentar
E achas importante o exibir
Não importa saber mostrar
Mas sim do pouco saber repartir

Se a imagem te pesa tanto
E só vives para desfilar
É pena não saberes o encanto
De um coração pronto a ensinar.

                                                                            

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Miseráveis Aqueles

Imagem: internet

Miseráveis aqueles que magoam
E se permitem abusar do poder
Miseráveis aqueles que não perdoam
E têm gosto em ver outros sofrer

Miseráveis aqueles que destroem
As vidas de tantos inocentes
Miseráveis aqueles que corroem
A bondade dos sobreviventes

Miseráveis aqueles que causam tristeza
Fiéis seguidores da desumanidade
Miseráveis aqueles que matam a natureza
E vivem em prol da crueldade.