AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

FELIZ 2013




Mais um ano a terminar
Mais um ciclo que sai de cena
Resta agora ponderar
Se tudo valeu a pena

Para o novo ano que começa
Os desejos são sempre iguais
Saúde, paz e felicidade
Porque o resto são coisas banais

Os planos que traçarmos
Seja a meio ou no início
Nunca se concretizam
Sem um pouco de sacrifício

Que entremos no nosso melhor
Seja por que pé for
Que os desejos se tornem reais
Sempre à pala com o amor.

Autoria: Isabel Mendes

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

NOITE DE NATAL


(imagem retirada da internet)


Nesta noite de Natal
Há presentes pela sala
Há um sonho de criança
Há um riso em cada fala

Os presentes vão-se abrindo
Num sorriso de alegria
Uma esperança em cada gesto
“o presente que eu queria!”

As luzes piscam sem parar
Com a alegria que se vive
O pinheiro está tão lindo
Como também um dia eu estive

Restam papéis pela sala
Dos embrulhos que se abriram
Resta um cheirinho a alegria
Das emoções que se sentiram

Autoria: Isabel Mendes

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

SERÁ NATAL?


Dizem por aí que é Natal!
Não será antes um puro consumismo
Disfarçado do mais barato eufemismo?
Não se vê nenhuma vontade
Nem de dar a simples liberdade
Quanto mais o necessário
Como um belo breviário!
Pois eu cá p’ra mim não é Natal
Pelo menos daquele que é real
De Amor, de Paz, Compreensão,
De Alegria, Bondade e Devoção.
É apenas o decorar da varanda
E se calhar porque a obrigação manda!
É ter o piscar de luzes mais brejeiro
Que o da vizinha e do bairro inteiro.
Não se ouve tocar dentro de nós
Aquela balada que até nos leva a voz,
Só se sente sair do bolso a carteira
P’ra se colocar mesmo em frente da ceifeira.
Mas continuamos a dizer que é Natal
E que se pode tudo, que não faz mal!
Mais parece que estamos na marquesa
Para a mais comum das operações
É que estas cataratas de certeza
Que nos deixam ceguinhos e charlatães!

Autoria: Isabel Mendes



quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

CARTA AO PAI NATAL

(imagem retirada da internet)

Querido Pai Natal
Tu que és aquele, tu que és o tal
Que nos entope a chaminé
Não sei se de trenó, não sei se a pé
Venho por este meio reclamar
Que não gosto do teu modo de trabalhar.
Acho que exageras na história dos presentes,
Cada ano que passa, mais mentes.
Enganas as crianças,
Dás-lhes falsas esperanças,
Porque muitas vezes quem se portou mal
É quem mais recebe no Natal.
Vê lá se cortas na comida, toma jeito,
Há quem goste de ti, ninguém é perfeito!
Quanto às prendas que ofereces
E só dás a quem merece
Espero bem que estejas legalizado,
Porque, ou somos filhos ou somos enteados.
Pronto, não te quero roubar mais tempo
Ouvi dizer que andas farto de trabalhar
Corta mas é essa barba
Porque a história do velhinho
Já começa a cansar.

Autoria: Isabel Mendes


quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Nossa Srª Da Conceição (8 de Dezembro)



Nossa Senhora da Conceição
Mãe do Salvador da humanidade
Te oferecemos o nosso coração
Recebe-o como prova de humildade

Protege, guia e zela
O reino que a Ti foi confiado
Ameniza os caminhos mais sinuosos
E cobre com Teu manto o mais desamparado

Virgem Imaculada sem mancha
Teu dia é Festa Universal
Rainha de um povo que te venera
Te louvamos Padroeira de Portugal

Mãe de uma nação que Te pertence,
És a esperança de quem se sente fraquejar.
Senhora de um povo que sabe o que sente,
Quando na fé Tu nos fazes acreditar.

Rainha de olhar sereno,
Rosto pequeno
E manto protector.
Virgem Imaculada,
Padroeira Sagrada
A Tua nação te canta louvor.

Nossa Senhora da Conceição
Contigo caminhamos neste fado
Santa Mãe, Tu és a salvação
Obrigado por sermos o Teu legado.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Para a minha irmã Lucília



És a maior parte de mim
Minha Alegria sem fim.
Se o teu sorriso me falta
perco a direcção
os teus olhos trazem-me a calma
és quem dá vida ao meu coração.
Os meus dias só são alegres
porque os passo contigo
acordo e adormeço
porque estás sempre comigo.
És o meu braço direito
a bússola que me guia pelo caminho
és quem me enche o peito
de verdadeiro carinho.
Sabes que sem ti não consigo caminhar
porque os teus passos ensinam os meus
só tu me conheces o respirar
todos os meus tesouros são teus.
Mana, Protectora, Guardiã
é pouco para te definir
ajudas a manter minha alma sã
sem ti não saberia sorrir.
És a força e a coragem
que nunca conseguirei ter
é um orgulho ser da tua linhagem
és a minha maior razão de viver.
Todas as palavras e sentimentos
não agradecem o suficiente
Obrigada por todos os momentos
Obrigada por estares sempre presente!

Autoria: Isabel Mendes

terça-feira, 27 de novembro de 2012

MEU CORAÇAO CHORA



(imagem retirada da internet)


Oiço o meu coração chorar
cá dentro do meu peito
eu não quero e não aceito
que o façam assim clamar.

Oiço as lágrimas que derrama
em cada soluço de tristeza
chora por saber que ama
quem não o quer de certeza.

Sinto que me inundou a alma
com tanta lágrima angustiante
pode ser que venha a naufragar
num paraíso distante.

Acalma-te coração
tuas lágrimas ninguém merece
pois todo o amor que causa solidão
é inútil e rápido se esquece.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

APROVEITA!




Aproveita as gotas de chuva
E lava o mal que te consome, amor
Aproveita os raios de Sol
E seca as lágrimas que te causam dor

Aproveita os dias
Faz o que já não fazias
Esquece a tristeza
Não sobrevalorizes a beleza
Aproveita quem te quer bem
Perdoa quem mal te fizer
Aprende a dizer obrigado
Recebe cada sorriso de bom grado

Se te apetecer cantar
Força amor, até desafinar!
Não tenhas vergonha de viver a rir
Porque só os tolos vivem sem sorrir

terça-feira, 30 de outubro de 2012

NADA ACABA, NADA TERMINA


Nada acaba, nada termina
Apenas porque deixa de bater o coração
Tudo recomeça, tudo continua
Se a Fé sempre foi a nossa direcção

A nossa alma por fim encontra o seu porto
Junto do seu grande Criador
Que saibamos levar a melhor bagagem
Já que Ele deu-nos o fruto e a flor


quinta-feira, 25 de outubro de 2012

ESTA DOR



(imagem retirada da internet)


Esta dor que me consome
Me devora e me tortura
Foste tu que a causaste
E há-de levar-me à loucura.

Meus dias são infindáveis
Como estas lágrimas que derramo
Meu coração foi posto à prova
Por aquele que mais amo.

Estou a morrer por dentro
E cada dia é pior
Já não te sinto tão perto
Estou a perder-te, Amor.

Já não sei o que fazer
Sinto-me dividida
Não sei se me deixe morrer
Ou se lute por ti, minha vida.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Obrigado!




Obrigado meu Deus
Pelo meu respirar
Por acordar todas as manhãs
Para mais um dia Te amar

Obrigado meu Deus
Por me dares de beber
Por me saciares a fome
Por Te poder conhecer

Obrigado meu Deus
Por me dares uma família e um lar
Por me guiares os dias
Por me deixares sempre regressar

Obrigado meu Deus
Por me levares a Teu lado
Obrigado meu Deus
Por Te poder dizer obrigado

Autoria: Isabel Mendes

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

SORRI

(imagem retirada da internet)


Sorri porque te apetece
Sorri porque tu mereces

Sorri com muita vontade

Sorri pela liberdade

Sorri com o nascer do dia

Sorri e sente alegria

Sorri para quem te faz sorrir

Sorri e chora de tanto rir

Sorri para enganar a tristeza

Sorri porque é tão simples a beleza

Sorri se tens vontade de chorar

Sorri por conseguires amar

Sorri durante toda a vida

Para que a vida te sorria de volta

Sorrir é a melhor saída

Para quem quer andar à solta

terça-feira, 4 de setembro de 2012

PURA INTUIÇÃO


Cada caminho que percorro
Uma dúvida e fico sem noção

Normalmente não erro o destino
Talvez por pura intuição


Nunca tive atitude assertiva
Vario sempre no sim e no não
Por sorte não fico sem resposta
Talvez por pura intuição


Aguentar cá dentro o que sinto?
Ou rebentar de exaustão?
Ainda continuo inteira
Talvez por pura intuição


Cumprir as responsabilidades
Cedendo à diversão
Tenho a vida nos eixos
Talvez por pura intuição

domingo, 26 de agosto de 2012

ÉS CRUEL



Decidiste matar o meu coração
porque só sabes ser cruel
renegaste para sempre ao perdão
porque te sabe bem o amargo do fel.

Ages com naturalidade
como se fosse um dia banal
o teu sobrenome é maldade
nasceste do ventre do mal.

Estou agora moribunda
sem forças para me erguer
acredita que a terra é tão funda
como o buraco onde te acabaste de meter.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

O RECADO



Foi no fim do dia de escola
entre os livros na sacola
que encontrei o teu recado
escrito com letra bonita
amarrado com uma fita
dizia "Com amor do teu amado"

Com as mãos a tremer
com medo do que fosse ler
devagar desatei o nó
num papel de cor creme
e com a coragem de quem não teme
por momentos não me senti só.

Era sem dúvida alguma
branco como a espuma
uma declaração de amor.
Pena que o meu coração
já sabe de ante-mão
que não és o néctar da minha flor.

Com um jeito educado
guardei na sacola o recado
e regressei a casa.
Vais acabar por perceber
mesmo que tenhas que sofrer
que é possível voar com uma só asa.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Dia dos Avós

(imagem retirada da internet)




Avós são a ternura,



são os sorrisos a toda a hora


Avós são o refúgio dos netos


porque é com eles que o amor mora.






Avós são o carinho,


são o mimo e a dedicação


Os Avós sabem sempre o caminho


para guiar os netos com o coração.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

O RELÓGIO

(imagem retirada da internet)


O relógio na parede
Não me quer deixar esquecer
Que o tempo escasseia
E eu ainda não sei viver

Nem o tic nem o tac
Estão a cooperar
Peço que tenham piedade
P’ra um segundo só parar

O tempo vai-se perdendo
Entre cada batida cruel
Já vi que não estás do meu lado
Ó relógio com ponteiros de fel

Hei-de deixar de tomar atenção
Ao teu ritmo de trabalho
Porque nessa altura meu coração
Vai perceber o quanto eu valho

quinta-feira, 5 de julho de 2012

NO FUNDO DO QUINTAL




Oiço a água a correr
Ao fundo do meu quintal
Quem me dera poder beber
Aquela paz, meu bem essencial

Consigo ver com claridade
As pedras que habitam no fundo do rio
Límpidas e frescas, que serenidade
Sempre de bem com o senhorio

Sentada no banco de madeira
Outrora tronco de uma árvore qualquer
Meus pensamentos não encontram maneira
De saber como me tornei nesta mulher

O vento começou agora a soprar
E as folhas começam-se a fazer ouvir
É altura de dar espaço a quem quer falar
E deixar assim o tempo fugir.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

SEM TI !


Não consigo tirar de dentro do peito
Tanta dor, tanto sofrimento
Quando partiste levaste o melhor de mim
Deixando-me neste tormento.

Saíste sem dizer adeus
Nem o porquê ou a razão
Não sabias que ao fechar a porta
Ias matar meu coração.

Vou alegar insanidade
Ao ser julgada pelo meu medo
E vou falar toda a verdade
És o meu ser, o meu segredo.

Sei que vou acordar um dia
E sentir bater dentro de mim
Meu coração vai estar de volta
Vou ser feliz, vais ver que sim.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

O Malmequer (poesia infantil)

(imagem retirada da internet)

Fui numa tarde ao jardim
Da casa da avozinha
E sem querer dei por mim
A conversar tão sozinha

Por mais estranho que pareça
Alguém me respondia
Foi só juntar peça a peça
E num minuto eu já sabia

Era a flor mais pequena
Que estava junto a meus pés
Reguila me estava a dizer
“Sou eu o Malmequer”!

E foi nessa tarde de sol
Que fiz mais uma amiguinha
E sempre que volto ao jardim
Já não converso sozinha.

domingo, 10 de junho de 2012

PORTUGAL !

Levanto a mão com orgulho
E canto por quem merece a minha voz
Portugal, por ti fazemos barulho
Portugal és de todos nós

Levo a alma de bandeja
Por um povo que navegou o desconhecido
Portugal, não importa onde esteja
Meu coração estará sempre contigo

Portugal de memórias, com passado
Terra de quem aprendeu a lutar
Portugal és um país idolatrado
Por quem nesta vida sabe como é difícil ganhar.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Dia Mundial da Criança


Ser criança é ser sorriso
é dar gargalhadas, ter pouco siso.
Ser criança é não deixar de sonhar
viver o momento e sempre acreditar.
Ser criança é saber cair
magoar os joelhos, mas sempre a sorrir.
Ser criança é jogar ao berlinde
marcar mais pontos, antes que o jogo finde.
Ser criança é brincar ao herói e ao bandido
não importa quem ganha, não é tempo perdido.
Ser criança é cantar uma canção,
é andar de bicicleta, por vezes em contra-mão,
Ser criança é um arco-íris pintar
misturando as cores, inventar!
Ser criança é ser o Sol,
ser feliz, ter esperança
por isso dai-nos um sonho
e deixai-nos ser criança!
--------------------------------------------------------------
Com um pacote de berlindes
E uma fisga sempre na mão
Criança é este ser de simplicidade
Que a brincar alegra o seu coração

Desejam que o Sol regresse de manhã
Porque os jogos não se começam sozinhos
Crianças são as gotas de orvalho
Que refrescam os dias aos pouquinhos

Criança, sorriso, meiguice
Mundo de encantar tão desejado
Criança, pequena promessa
De um sonho que dorme encantado
-----------------------------------------------------------
Joelhos esfolados
olhos esbugalhados
um sonho no olhar
um único desejo de brincar
luzinhas cintilantes
no mundo de faz de conta
porque para a brincadeira
têm sempre a alma pronta
vivem para o sorriso
porque o que é preciso
é saber acreditar
que diariamente é preciso sonhar
criança é ser esperança
de um futuro risonho
é dar e receber amor
criança é o fruto do sonho


quarta-feira, 2 de maio de 2012

MÊS DE MAIO, MÊS DE MARIA


Abençoado seja o Teu nome
Maria, Mãe de Cristo
Tuas graças nos saciam a fome
És cristalina como a pedra de xisto

Eterna Mãe do Filho de Deus
Protectora dos que te foram confiados
Maria, nossos louvores são Teus
És a missão dos que foram baptizados

Maria, és a mais bela flor
És a Santa Imaculada
Maria, somos fruto do teu amor
Rainha de uma nação a Ti dedicada


quinta-feira, 26 de abril de 2012

A MINHA ALDEIA

Por esta rua de pedras
Mil tormentos já chorei
E cada uma conhece
O porquê e a quem amei.

Os ladrilhos desta casa
Conhecem-me melhor que ninguém
E juntos com a cancela da entrada
Sabem o valor que isso tem.

O rio ao fundo do quintal
Meu refúgio, minha fantasia
Vivi sempre à sombra do olival
Que estranha forma de vida vadia.

Ainda estou a amadurecer
Na eira da minha vizinha
Vivo a pensar em ti
Meu tesouro, aldeia minha.

sábado, 7 de abril de 2012

DESEJAMOS A TODOS UMA SANTA PÁSCOA !

Cristo Ressuscitou
Hoje é a Festa das Festas
Da humilhação triunfou
E revelou as Suas Páscoas diversas.

Hoje começa uma nova criação
Surgindo o “Homem Novo”
A vida nova anima o Cristão
Pelo nascimento do novo Povo.

As misérias e os sofrimentos da humanidade
Não conseguem combater o destino maravilhoso
Cristo Ressuscitou, é uma realidade
Cristo Ressuscitou, é nosso Deus Glorioso.

quarta-feira, 21 de março de 2012

DIA MUNDIAL DA POESIA

Ser poeta é ser actor
sem filme onde representar
ser poeta é sofrer de amor
quando nem sequer se sabe amar

Ser poeta é ser mentiroso
porque nas mentiras pode haver verdade
ser poeta é compartilhar a vida
e mesmo assim morrer de saudade

Ser poeta é não saber falar
porque a escrever o mundo é maior
ser poeta é alimentar os dias a pensar
porque assim as palavras saem melhor

Ser poeta é estar doente
sem dor nem mal se sentir
ser poeta é ser confidente
dos fantasmas que nos insistem em perseguir

Ser poeta é lutar desarmado
numa guerra que nos invade a cabeça
ser poeta é viver isolado
sem a ilusão de que alguém apareça

segunda-feira, 19 de março de 2012

DIA DO PAI


Pilar de uma casa
Protector,
Zelador
Leva debaixo da asa
Os rebentos do seu amor.

Ensina, cuida e guia
Para que o futuro não tenha uma só via
Ensina que os erros acontecem
E que se os mesmos não viessem
Não saberia os seus filhos ensinar
Que na vida há que saber errar.

Perdoa os seus descendentes
Das más palavras, que saem entre dentes
Porque sabe que para crescer
Há que ensinar e aprender
E para o seu ensinamento tomar valor
É preciso testar o tamanho do amor
Tanto do pai que protege o filho amado
Como do filho que venera o pai idolatrado.

Que cada família tenha em seu lar
Um Pai que da habitação seja um Pilar
E que à noite à hora de dormir
Todo o filho tenha um Pai que o vá cobrir


sexta-feira, 16 de março de 2012

SANTA EUFÊMIA (repost)


Junto as mãos ao coração
E fixo meus olhos no Teu olhar
Em silêncio agradeço pela Tua mão
Me ter levado em paz a caminhar

Santa Eufêmia milagrosa
Mãe de quem não quer perder a esperança
Obrigada pela Tua alma bondosa
Tua ajuda é pura como uma criança

Peço-Te que atendas eternamente
A quem por Ti chama em aflição
Acredita que a quem atenderes
Para sempre Terás a sua gratidão

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

SANTA EUFÊMIA (repost)



Santa Eufémia milagrosa

A Ti recorremos nas horas de aflição
Pedindo que uma graça nos concedas
Sempre com a mais pura devoção

Por todos aqueles que ajudaste
E pelos que ainda tens para ajudar
A nossa devoção e o nosso carinho
Para sempre Te vamos dar

Nos momentos mais difíceis
Para Ti vai o nosso pensamento
Olha por nós, minha Santinha
Não nos deixes sem alento

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

MULHER (repost)

Mulher
É aquela que ao pegar o filho nos braços
Lhe sente os medos, os sonhos, os desabafos
Mulher
É aquela que enfrenta qualquer batalha
Sem questionar esforços, por pouco que valha
Mulher
É aquela que dá sem nada pedir
Por dentro a chorar, por fora a sorrir
Mulher
É aquela que ama sem qualquer barreira
E sem reclamar se dá por inteira
Mulher
É aquela que nos segura na mão
Quando é preciso guiar o nosso coração
Mulher
É luz, é brisa é saudade
Mulher
É silêncio, maresia é felicidade
Mulher
É tão-somente um ser divinal
Que tudo onde toca torna especial

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

DEUS (NOSSO SALVADOR)

(imagem retirada da internet)

Senhor Deus, nosso Salvador
És a Estrela, a Luz e a Ressurreição.
Senhor Deus, nosso Protector
És a Paz, a Vida, a nossa Salvação. 

Pai, a Ti confiamos os nossos dias,
as nossas noites, as nossas tristezas.
Pai, a Ti agradecemos as alegrias,
e a esperança das Tuas riquezas.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...