AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Dia Mundial da Criança


Ser criança é ser sorriso
é dar gargalhadas, ter pouco siso.
Ser criança é não deixar de sonhar
viver o momento e sempre acreditar.
Ser criança é saber cair
magoar os joelhos, mas sempre a sorrir.
Ser criança é jogar ao berlinde
marcar mais pontos, antes que o jogo finde.
Ser criança é brincar ao herói e ao bandido
não importa quem ganha, não é tempo perdido.
Ser criança é cantar uma canção,
é andar de bicicleta, por vezes em contra-mão,
Ser criança é um arco-íris pintar
misturando as cores, inventar!
Ser criança é ser o Sol,
ser feliz, ter esperança
por isso dai-nos um sonho
e deixai-nos ser criança!
--------------------------------------------------------------
Com um pacote de berlindes
E uma fisga sempre na mão
Criança é este ser de simplicidade
Que a brincar alegra o seu coração

Desejam que o Sol regresse de manhã
Porque os jogos não se começam sozinhos
Crianças são as gotas de orvalho
Que refrescam os dias aos pouquinhos

Criança, sorriso, meiguice
Mundo de encantar tão desejado
Criança, pequena promessa
De um sonho que dorme encantado
-----------------------------------------------------------
Joelhos esfolados
olhos esbugalhados
um sonho no olhar
um único desejo de brincar
luzinhas cintilantes
no mundo de faz de conta
porque para a brincadeira
têm sempre a alma pronta
vivem para o sorriso
porque o que é preciso
é saber acreditar
que diariamente é preciso sonhar
criança é ser esperança
de um futuro risonho
é dar e receber amor
criança é o fruto do sonho


1 comentário:

  1. Eram (são lindas)! Como era possível saber que ali estava uma Isabel e uma Lucilia?
    Com aquela idade e perfeitamente iguais? Será a posição e o modo de pegar no papel?
    De qualquer modo, faz bem relembrar o que eram (foram) aqueles tempos. E amanhã, dia 1, chama-se Dia Mundial da Criança!
    O resto é perfeito.

    ResponderEliminar