AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sábado, 7 de janeiro de 2017

Não saem as palavras

Imagem: Internet

De caneta firme na mão
E folhas de papel em branco
Escrevo agora sem noção
Como o caminhar de um manco

Com o pensamento em bloqueio
E as palavras que saem turvadas
Sinto-me como o amigo do alheio
Que vive de coisas roubadas

A escrita não sai como combinado
Nem as letras querem colaborar
Tenho que dar o dia por terminado
Talvez amanhã já consiga palavrear.

                                                                           

Sem comentários:

Enviar um comentário