AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 29 de junho de 2011

SABES-ME...


Sabe-me a doce, tão doce
O teu beijo sentido
Perdido
No meu regaço
Sabe-me a doce, tão doce
O teu sorriso
Tão preciso
Tão doce embaraço.


Sabes-me bem, tão bem
És suave como o mel
E conheces-me tão bem a pele
Sabes-me bem, tão bem
Como cada entardecer
Cada gota do meu ser
Tua pintura a pincel.

1 comentário: