AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Dia da Mãe



Carrega uma vida no ventre
Abdica de tudo o que tem
Tristeza admite que não sente
Quem a conhece, chama-a de Mãe

O dia nunca termina
Para a defensora do bem
Combater o mal é a sua sina
Na guerra usa o apelido de Mãe

Segura no colo com todo o carinho
O pequeno rebento que há-de ser alguém
Ajuda a traçar o caminho
Porque o melhor guia dá pelo nome de Mãe

Atravessa qualquer estrada
Em busca do filho que não tem ninguém
A luta trava-a desarmada
Porque sofrer é a vida de Mãe.


(Desejamos a todas as Mães um dia muito feliz)

6 comentários:

  1. Maravilhoso! Lindo !
    beijinhos queridas Amigas e obrigada por tão bonitas palavras que me dizem tanto ♥ ♥

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. LINDO....LINDO!!!!
    Obrigada minhas queridas!
    Beijinhos às manas mais queridas!!!

    ResponderEliminar
  4. Muito obrigada pelas vossas palavras e pela vossa visita a este nosso cantinho.
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  5. Muito lindo este poeme !!
    Desconhecia esta vossa vertente para a poesia !!
    Realmente voces sao mesmo 2 caixinhas de surpresas maravilhosas <3 adoro pessoas com censibelidade acima da media...
    A vossa Mae e linnnda beijinhos para ela e 2 grandes XI <3 <3 <3

    ResponderEliminar
  6. Olá queria Isabel!
    Antes de mais, seja muito bem vinda ao nosso cantinho de poesia.
    Muito obrigada pelas suas lindas palavras.
    Vamos dizer à Mãe, ela vai ficar contente!
    Beijinhos grandes <3

    ResponderEliminar