AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Ouvia-a falar

Imagem: internet

Foi a meio do caminho
Que a ouvi falar
Apesar de ser baixinho
Percebi que se estava a queixar

Pensei em parar para perceber
O porquê de tal lamento
Mas decidi não me envolver
Em histórias sem fundamento

Uns metros mais à frente
Alguém parecia me seguir
E como quem luta contra a corrente
Não me deixei distrair

Quando cheguei ao destino
Ela fingiu que estava perdida
A inveja é como um clandestino
Sempre a viver escondida.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...