AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sábado, 18 de julho de 2009

JANELA ABERTA



Deixo a janela aberta
Para o Sol me iluminar
Deixo a janela aberta
Para me veres ao regressar

Deixo a janela aberta
Porque esta dor que tanto aperta
Não me deixa perder a conta
Ao início, ao meio e à ponta
Dos dias que não te vejo
Pois sabe que o que mais desejo
É tão pouco, tão somente
Que estejas sempre presente
Em cada dia, em cada amanhecer
Por uma vida de amar sem sofrer

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...