AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

PORQUE TU FAZES


Porque não caminho só,
Como a farinha se junta à mó.
Porque o meu sonho não está perdido,
A minha etapa faz todo o sentido.

Porque Tu me permitiste nascer,
Para contigo a felicidade cultivar.
Porque por mim Tivestes que morrer,
De joelhos Te agradeço a chorar.

Porque a estrada por vezes queima
E faz arder os passos dos que Te querem encontrar.
Tu fazes a chuva cair com teima,
E a estrada fica tão fácil de caminhar.

Sem comentários:

Enviar um comentário