AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

É OBRA DO MEU SENHOR


(imagem retirada da internet)

O dia que amanhece
Com tamanha beleza e esplendor
É obra do meu Senhor.

A lenha que arde na lareira
Que aconchega e dá calor
É obra do meu Senhor.

O fruto que brota da terra
E dá sustento ao trabalhador
É obra do meu Senhor.

As flores que embelezam os jardins
Com o seu cheiro e a sua cor
São obra do meu Senhor.

As noites que chegam calmas
E ajudam a abrandar a dor
São obra do meu Senhor.

O silêncio que vem aconselhar
Com a paciência de um verdadeiro amor
É obra do meu Senhor.


Sem comentários:

Enviar um comentário