AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Hoje o amor abalou

(imagem retirada da internet)


Hoje o amor deixou-me a pé
Não apareceu à hora marcada
Confesso que acabei por perder a fé
De que volte de mala aviada

Sempre foi pontual e certinho
Nunca fugiu à sua rotina
Mas hoje armou-se em espertinho
E não deu sequer patavina

Ainda esperei um bom bocado
Mas do amor nem sinal
Saber que não se é amado
É no mínimo anti medicinal

Hoje o amor abalou
Sem nem uma carta de recomendação
Amar é moda que não pegou
É mais que tempo de reeducar o coração.

Sem comentários:

Enviar um comentário