AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Confesso-me a Ti Senhor

Imagem retirada da internet

Confesso-me a Ti Senhor
É muito pesada esta dor
Ajuda-me na recuperação
Confesso que sou culpada
Andei na estrada errada
Caminhando em contramão

Confesso que me deixo abalar
Que tenho vontade de chorar
Esqueço-me da Tua descendência
Confesso-me a Ti Senhor
Sei que conheces o meu clamor
Mesmo assim Te peço clemência

Confesso que nem sempre levo
E nem sempre carrego
A fé que me deste de presente
Confesso-Te meu senhor
Que provei o dissabor
Porque deixei-me ser descrente

Confesso-Te de joelhos no chão
Com o rosário na mão
Que quero mudar de sentido
Confesso-Te em desespero
Não há mais nada que quero
Que o Teu amor seja merecido.

                                                                           

2 comentários: