AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Sair das armadilhas

Fonte: Google Images

Podem falar nas minhas costas
Seja verdade ou ilusão
Encontram-se atrás de mim
É por alguma razão

Gosto daquelas pessoas
Que me conseguem fazer rir
Nem sabem o quanto são boas
Porque nem me apetece sorrir

Antes do país das maravilhas
Ela teve de cair
Se ficar presa nas armadilhas
Irei sempre conseguir sair.

1 comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...