AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 6 de junho de 2018

Convencida da viatura

Fonte: Google Images

O carro avariou na estrada
O silêncio era assustador
Senti-me quase encurralada
E ninguém para pedir um favor

Àquela hora era um deserto
Não se via ninguém a passar
Se ao menos estivesse perto
Ia sozinha a caminhar

A convencida da viatura
Não deu mais nenhum sinal
Pensa que precisa de aventura
E acha-se um ser especial

Reconheço-te a comodidade
E a rapidez na deslocação
Mas não queiras ver amizade
Onde há apenas servidão.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...