AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Não se comparam a ti

A doçura num rebuçado de mentol
E o calor que a minha pele recebe do sol
Não se comparam à tua companhia
A frescura da sombra de um castanheiro
E o perfume das rosas num canteiro
Não se comparam à tua simpatia

A suavidade de um cobertor de algodão
O conforto de um dia de verão
Não se comparam ao amor que me dás
A calma de um chá de camomila
O aconchego de uma pequena vila
Não se comparam ao tamanho da tua paz

2 comentários:

  1. Bonito, tenho que o dizer,
    esse seu poema fantástico
    o qual muito gostei de ler
    com esta quadra comentado!

    Boa noite e bons sonhos cara amiga Isamar, Beijinhos.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...