AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 15 de dezembro de 2009


Olha amor, por que não partimos
Sem destino, nem mapa na mão
Iremos como um simples menino
Que faz rodar o seu bonito pião

Olha amor, se à beira da estrada
Encontrarmos um pouco de cansaço
Promete que pensamos duas vezes
Antes de darmos ao nosso caminho um pouco de espaço

Olha amor, se à noite as estrelas
Se negarem a brilhar
Não te assustes, nem te desiludas
Porque o que nos une, basta para nos iluminar

Vais ver amor, que no fim do caminho
Para o qual não traçámos direcção
Vai ser tão simples como nas mãos de um menino
Que sorrindo guarda o seu pião

1 comentário: