AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Rir, chorar
Calada ou a falar
Triste, contente
Frio ou apenas quente

Está Sol, está a chover
Estou a ouvir, estou a escrever
Porque o dia se faz de escuridão
Verto mais uma gota na poça da indecisão

Sozinha, acompanhada
Corpo seco, alma molhada
A pé, a correr
Já nasceu, é p’ra morrer

Sem comentários:

Enviar um comentário