AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 31 de maio de 2011

AS CRIANÇAS (Dia Mundial da Criança)

Lucília e Isabel

Com olhos brilhantes,
sorrisos constantes
como a verdura dos frutos,
tornam-se heróis e gigantes
Reis e Infantes,
são os sonhos dos putos.

Levam os bolsos rasgados
e dependurados
vão os brinquedos,
saciam-se de rebuçados
ficam lambuzados
e adormecem sem medos.

Acreditam que ser crescido
é ser mais comprido
e nada fazer,
gostam de brincar ao relento
dos papagaios ao vento,
são os mestres na arte de viver.

1 comentário:

  1. Brilhante.
    Porque conheço estas crianças, de olhos brilhantes e sorrisos constantes.
    Como era e como sou (cada uma)!

    JM Ferreira

    ResponderEliminar