AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sábado, 21 de março de 2015

VOU VENDER OS MEUS ABRAÇOS

(imagem retirada da internet)

Decidi vender os meus abraços
Inteiros ou aos pedaços
A quem os quiser comprar
Cansei-me de os dar de boa vontade
A quem não merece nenhuma bondade
Nem sabe o significado do verbo abraçar.

Vou vender a justo preço
Mesmo que no começo
Alguém venha reclamar
Quem souber dar o devido valor
A este gesto de amor
Nunca vai regatear

Comprem um, dois ou três
Ou voltem segunda vez
Não vou fazer distinção
Quero apenas que, quem comprar os meus abraços
Inteiros ou aos pedaços

Sinta mais aconchegado o seu coração.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...