AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Nas Mãos de Deus


(imagem retirada da internet)


Os medos que habitam em mim
E me impedem de chegar ao fim
Entrego nas mãos de Deus
A tristeza que dá sempre sinal
Esteja bem ou esteja mal
Entrego nas mãos de Deus

Os dias que nascem mais cinzentos
Mais pesados, mais avarentos
Entrego nas mãos de Deus
As noites frias e angustiantes
Habitat dos mais variados meliantes
Entrego nas mãos de Deus

As palavras que não querem sair
Tornando-se tão difícil de diluir
Entrego nas mãos de Deus
Os sorrisos por vezes escassos
A fraqueza que impera em meus passos
Entrego nas mãos de Deus

A Família, meu abrigo, meu pilar
Guia dos meus olhos, do meu andar
Entrego nas mãos de Deus
A vida frágil e nunca garantida
Que tão gentilmente me foi oferecida
Entrego nas mãos de Deus.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...