AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 12 de julho de 2016

Ser Poeta (repost de setembro de 2010)

(imagem retirada da internet)



Ser poeta é ser actor
sem filme onde representar
ser poeta é sofrer de amor
quando nem sequer se sabe amar

Ser poeta é ser mentiroso
porque nas mentiras pode haver verdade
ser poeta é compartilhar a vida
e mesmo assim morrer de saudade

Ser poeta é não saber falar
porque a escrever o mundo é maior
ser poeta é alimentar os dias a pensar
porque assim as palavras saem melhor

Ser poeta é estar doente
sem dor nem mal se sentir
ser poeta é ser confidente
dos fantasmas que nos insistem em perseguir

Ser poeta é lutar desarmado
numa guerra que nos invade a cabeça
ser poeta é viver isolado
sem a ilusão de que alguém apareça.

1 comentário:

  1. Ser poeta é ser actor,
    pois, eu não sou poeta
    porque já fui agricultor
    semeei sementes na terra.

    Ser poeta é ser actor,
    fui à guerra e voltei
    na universidade não estudei
    por isso é que não sou doutor!

    Tenha uma boa noite amiga Isamar, um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar