AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

segunda-feira, 13 de março de 2017

Senhor no comando sempre

Imagem: internet

Senhor, não sei como dizer
Sei que estiveste a ver
Por isso Te peço perdão
Senhor, esqueci-me da riqueza
E abandonei a certeza
Com que guias o meu coração

Senhor, falei palavras vãs
Que magoaram almas sãs
Por capricho e má vontade
Senhor, aceita o meu pedido
Acredita que é sentido
Sei que errei, é a triste verdade

Senhor, agi de cabeça quente
Não lutei contra a corrente
Deixei-me andar à deriva
Senhor, agora que dei à costa
Preciso da Tua resposta
Não de descrentes em comitiva

Senhor, venho em penitência
Pedir a Tua clemência
Para acabar com meu tormento
Senhor, estás sempre no comando
Sabes o porquê e o quando
Perdoa este Teu rebento.

                                                                     

Sem comentários:

Enviar um comentário