AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Já não sei rir

Imagem retirada da internet

Já não me rio como antigamente
Com enorme gosto e vontade
Hoje já não rio desalmadamente
Com aquelas lágrimas de felicidade

Já não sei rir por qualquer motivo
Como quando era criança
Vivo num estado depressivo
Onde o riso não é de confiança

Tenho saudades de me rir
Até o ar querer faltar
É tão simples apenas sorrir
Com o coração a acompanhar.

2 comentários:

  1. terrasdmarnel.blospot.com29 de maio de 2017 às 17:58

    Adoro este poema. Também é difícil encontrar poemas assim, que aqui ficam 'encostados' à espera que alguém os visite. Não só este mas outros mais que antecedem. Pequenas pérolas de sentimentos e de vida.

    Que continuem a florir quem cuida destas flores!

    JM Ferreira

    ResponderEliminar
  2. Olá Sr. José,
    Obrigada pelas palavras.

    Beijinhos

    ResponderEliminar