AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 8 de maio de 2018

Só se lembram de pedir

Fonte: Google Images

Como tens passado,
Está tudo encaminhado?
Gostava eu de ouvir
Ninguém se lembra de me falar
De saber ou perguntar
Mas não se esquecem de pedir

Uma palavra de cuidado
Um “como estás” preocupado
Sou tão simples de agradar
Para choro e queixume
Mal dizer ou azedume
Até me conhecem pelo andar

Mas sabes, a vida é redonda
Não lideramos a crista da onda
Ainda vais estar no meu calçado
Depois quem sabe, não te conheço
Nem tão pouco reconheço
Quem não me soube dar agrado.

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...