AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

terça-feira, 3 de novembro de 2020

Escrever um Poema de Amor

 



Disseram-me que devia escrever, um poema de amor ideal

Melhor tónico não devia haver, para afoguentar qualquer mal

Olhei-os de soslaio, desconfiado de tamanha crendice

Nessa de certeza não caio, já me formei na técnica da aldrabice

 

Falaram-me das maravilhas de um amor digno de romance

Eu ainda desconfio das filhas, que nascem de um só freelance

Pediram com lamechice, escreve sobre um amor eterno

Não faço essa canalhice, inventar um mundo sem inferno

 

Vieram com carga da pesada, um poeta escreve o amor

Estão carregados p’ra nada, não sou poeta nem sequer escritor

Pega na caneta e deixa sair, poemas de amor nunca são demais

Eu não procuro um elixir, tento escrever apenas os meus ideais

 

Disseram-me que devia estar louco, o amor é o que mais vende

Sou pobre nascido com pouco, o que tenho a ninguém ofende

Para já fica ainda na prateleira, o poema de amor irrepreensível

Um dia solto a coleira, e a missão deixará de ser impossível


14 comentários:

  1. Pois, o seu poema é espantoso,
    escrito com, muita, imaginação
    não sendo fácil encontrar outro
    que mereça superior classificação.

    Boa Terça-feira amiga Isamar. Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amigo Edumanes obrigada pelos seus lindos versos!!!
      Fique bem, beijinho!

      Eliminar
  2. não sou poeta nem sequer escritor

    Pega na caneta e deixa sair, poemas de amor nunca são demais

    Eu não procuro um elixir, tento escrever apenas os meus ideais

    Boa tarde de muita paz, querida amiga Isamar!
    Amei estes versos acima e os guardei para mim. Eles me retratam...
    Vamos eliminando coleiras, amiga.
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Querida Amiga Roselia pelo seu carinho e boas energias!
      Beijinhos grande ♥

      Eliminar
  3. Poemas de amor nunca são demais... amores perfeitos apenas a flor...

    Um jogo de palavras perfeito, profundo e que merece ser lido.

    Um beijo e boa inspiração

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada João pelas simpáticas palavras.
      Fique bem, abraço!

      Eliminar
  4. Olá, Isamar!

    As vezes nos faltam palavras para descrever um sentimentos.
    Um dia a imaginação voa e as palavras tomam forma.
    Gostei muito.
    Um abraço,
    Sônia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Sônia pela sua visita e pelas suas palavras.
      Abraço!

      Eliminar
  5. Um poema muito interessante.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  6. Todos gostam de poemas de amor.
    Mas, para os escrever, não se pode mesmo ter a coleira a incomodar...
    Gostei do poema, é magnífico.
    Continuação de boa semana, querida amiga Isabel.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querido amigo Jaime pelo carinho.
      Fique bem, beijinho!

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...