AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 5 de agosto de 2008

DOCE INOCÊNCIA

Doce inocência no olhar
Luz da minha escuridão
Conheço-te só pelo respirar
Meu príncipe do coração.

Acordei com a certeza
Que o meu sonho não tem fim
Por ti renego minha beleza
Pedaço de vida, pedaço de mim.

Criei o meu castelo pelo sentido
E pela razão que me faz caminhar
Em nenhum recanto te vais sentir perdido
Porque marquei cada caminho com a palavra amar.

Vou pintar-te no silêncio de um sorriso
Com as aguarelas que pintei meu coração
Por ti faço o que for preciso
Minha melodia de cada canção.

Ajuda-me a abrir os olhos lentamente
E segura-me devagar
Quero sentir-te sempre presente
Em cada passo do meu caminhar.

Ainda sinto o cheiro das flores
Que me deste quando chorei
Parece que ainda lhes vejo as cores
E os beijos que soluçando te dei.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...