AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quinta-feira, 11 de novembro de 2010



Pusemos as castanhas a assar
E rodeamos a lareira
O tempo levamo-lo a conversar
Acompanhado com o fruto da videira

Amigos, compadres e camaradas
Que revivem os momentos de glória
Companheiros que no fundo não sabem mais nada
Do que viverem os dias por mais uma história

Castanhas assadas, desejo vencido
O tempo vai lembrando as obrigações
Fica um cheirinho ao passado perdido
Resta o que levamos nos corações

1 comentário:

  1. E Viva o S. Martinho!
    Será ele o patrono do vinicultores, para se celebrar, no nosso meio, com vinho s castanhas?
    É e de muito mais...
    Sempre à espreita!

    JMF

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...