AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sábado, 12 de setembro de 2015

Dou graças...

(imagem retirada da internet)

Dou graças pelo sol de cada manhã,
pelo corpo e alma sã.
Dou graças pelo alimento diário,
pelo conforto do meu breviário.
Dou graças pelo meu lar,
pelas paredes difíceis de abalar.
Dou graças pela Família unida,
pela protecção, sem peso nem medida.
Dou graças pelos dias de chuva,
pela subsistência do fruto da uva.
Dou graças pelo meu trabalho,
por nunca me faltar agasalho.
Dou graças por cada sorriso,
pela esperança do regresso ao paraíso.
Dou graças pela salubridade,
por saber o valor da sinceridade.
Dou graças por cada dia que chega ao fim,
por saber que me acompanha o meu querubim.
Dou graças a quem graças me concede

Dou graças Aquele que nada me pede.

1 comentário:

  1. Já agora, deixem-me juntar a esses louvores e dizer também: DOU GRAÇAS!!!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...