AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sábado, 5 de setembro de 2015

Em memória do Lucas

A tua partida foi prematura
Deixando à escura
A alegria do teu olhar
A dor é muito recente
Já não estás mais presente
E o tempo ainda não ajuda a curar.

Deixaste em nós o teu sorriso
E o brilho de ser criança
Levaste apenas o que foi preciso
Ficou a obrigação de crescer à tua semelhança.

Na tua tão curta existência
De sincera e pura essência
Ensinaste-nos o amor incondicional
Habitas agora na tua última morada
Já não percorres a nossa estrada
Regressaste ao exército angelical.

Ficam as lembranças de um menino feliz
E a certeza de nos voltarmos e encontrar
Fica a felicidade que nos ensinou um petiz
E a coragem de quem em tenra idade aceitou embarcar.



Sem comentários:

Enviar um comentário