AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Más Energias

(imagem retirada da internet)


As pedras que me ocupam o caminho
Jogadas por aqueles cuja alma venderam
Usei-as para criar mais abrigos
E proteger aqueles que me defenderam

As intrigas e maldizeres
De tão poucos saberes
Não me chegam sequer ao calcanhar
A má vontade e arrogância
Vinda da pior instância
Ensina-me a nunca deixar de lutar

Quem age por bem sem contrapartida
E se rege por este modo de vida
Nunca espera retribuição
Quem pelo mal traça o seu caminho
E espera ter o bem como ninho
Acaba por nunca sair da escuridão.

Sem comentários:

Enviar um comentário