AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Fazer uma pausa

(imagem retirada da internet)


Vou fazer uma pausa
Por uma boa causa
O meu descanso é merecido
O silêncio é fundamental
Para afugentar o meu mal
E não me dar por vencido

Vou cochilar um pouquinho
Assim de mansinho
Não quero incomodar
O sono deve ser reparador
Mas há sempre algum estupor
Que teima em me acordar

Os sonhos são do piorio
Ou caio, ou me afogo no rio
Que triste situação
Resta-me levantar acampamento
Dar por findo o bom momento
E voltar a picar cartão.

4 comentários:

  1. Vai fazer uma pausa,
    fico esperando por si
    sua vida seja sossegada
    não se esqueça de que estou aqui

    Esperando que volte depressa,
    para a receber com humildade
    vida boa nunca se despreza
    vivida com amor e felicidade!

    Tenha uma boa tarde amiga Isabel, um abraço.
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  2. O humor na poesia é difícil de fazer mas a Isabel conseguiu muito bem.
    Parabéns e ... toca a picar o cartão ! :)


    Um beijinho grato

    ResponderEliminar
  3. Olá Amigo Eduardo,
    Mais uma vez surpreendeu-me com os seus lindos versos (e só para mim, que bom!).
    Obrigada pelas suas lindas palavras e pela sua visita.

    Um abraço,
    Isabel

    ResponderEliminar
  4. Olá Amiga Fê,
    Mais uma vez obrigada pela sua visita e pelas suas lindas palavras!

    Beijinhos grandes,

    ResponderEliminar