AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Queixo-me

(imagem retirada da internet)



Queixo-me porque está frio
Ora porque está calor
Queixo-me de um coração vazio
E se o sinto cheio de amor

Queixo-me do sol radiante
E da chuva que não para de cair
Queixo-me do céu brilhante
E do nevoeiro que não quer sair

Queixo-me se acordo cedo
E se me deixo dormir
Queixo-me se tenho medo
E se a coragem não me deixa fugir

Queixo-me porque me sinto feliz
E porque me acho abençoada
Queixo-me porque não sei o que fiz
Para me queixar por tudo e por nada.

Sem comentários:

Enviar um comentário