AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

O Amor era Tudo


Partiste sem dó nem piedade
Um coração que só a ti pertenceu
Não soubeste a preciosidade
Que a tua alma perdeu

Deixaste lágrimas no teu lugar
E um vazio sem medida
Não sabes verdadeiramente amar
Só conheces a porta de saída

O amor que era tudo
E apenas vinha de mim
Da tristeza ficou mudo
E sem querer chegou ao fim.

Sem comentários:

Enviar um comentário