AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Quando Te sinto, Senhor

(imagem retirada da internet)


Quando Te falo, Senhor, em confidência
Minha alma acalma o seu tormento
Quando Te peço, Senhor, com complacência
Minha dor desaparece num momento

Quando Te oro, Senhor, em aflição
Minha angústia parece dissolver-se
Quando Te chamo, Senhor, com o coração
Meus problemas acabam por resolver-se

Quando Te sinto, Senhor, no meu caminho
Os dias são passados com tranquilidade
Quando Te vejo, Senhor, sobre o meu ninho
Sei que em minha vida abunda a Tua divindade.

Sem comentários:

Enviar um comentário