AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Volta e meia

Imagem: internet

Volta e meia lá aparece
Um chico esperto qualquer
Dou meia volta e só encontro
Quem quer tacho para a sua colher

Volta e meia foge alguém
Que se meteu em embrulhadas
Dou meia volta e vejo bem
O quão difíceis sãs as encruzilhadas

Volta e meia somos alertados
Para os estragos que causamos
Dou meia volta e sinto apertados
Os estreitos laços com que jogamos.

Sem comentários:

Enviar um comentário