AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Guerra Silenciosa

Imagem: internet
Não te deixes enganar
Pelo meu ar calado
Eu estou sempre a lutar
Contra um estranho enjaulado

As armas nem sempre existem
O inimigo é audaz e matreiro
Mas os fortes sempre persistem
Porque do medo nasce o guerreiro

É uma guerra silenciosa
De medo e precaução
Hei-de sair vitoriosa
Com direito a condecoração.

Sem comentários:

Enviar um comentário