AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

JÁ NÃO TENHO SONHOS

(site yenta4)

Hoje não tenho sonhos, vivo da realidade
Cansei-me dos sonhos sem identidade
Prefiro fechar os olhos e só dormir
É mais seguro e ajuda-me a reflectir

Os sonhos que me invadiram o passado
Acabaram por se fartar do meu desagrado
E num dia banal em que acordei
Estava assim, sem saber o que sonhei

1 comentário:

  1. Também já não tenho sonhos. Vivo da amarga, dura e cruel realidade que este mundo cão me provoca.
    E é duro de roer essa realidade!
    Muto bom, como de costume...

    JM Ferreira

    ResponderEliminar