AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores, através do email: atendimento@spautores.ptatendimento@spautores.pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 7 de maio de 2008

ILUSÃO

Vivo iludida sem ti
Por compensar minha dor
Quando te tinha não vi
Que desabrochavas em mim o amor.

Vivo iludida, enganada
Meu coração nem desconfia
Que podendo ser amada
Eu vivo nesta agonia.

Esta ilusão que criei
Já não me deixa saber
Que foste quem mais amei
E a única razão de viver.

Não vou percorrer um caminho
Que não sabe guiar meu coração
Prefiro mantê-lo sozinho
Que continuar nesta ilusão.

Sem comentários:

Enviar um comentário