AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

domingo, 11 de maio de 2008

MEU GUIA

És meu guia, és meu mapa
Não sei seguir sem te ver
Acolhe-me, leva-me assim
É bom ir a dois, sem perceber.

Minha meta foi destruída
Pelo meu medo e insegurança
Causei em mim “o estar perdida”
Perdi demais, até a esperança.

Por isso preciso de ti
Para me guiar nesta jornada
Sozinha sinto-me assim
Presa, fraca e amarrada.

Meu coração ganhou vida
Neste rumo lado a lado
E a minha alma ficou rendida

A ti meu guia, meu pecado.

Sem comentários:

Enviar um comentário