AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

terça-feira, 2 de setembro de 2008

AMOR DE INVERNO

Amor das tardes de Inverno
Dos beijos, das carícias, tão terno!
Tendo a lareira como confidente
As chamas como testemunhas
E o frio, tão bom, tão quente!

Comparo-te amor de Inverno
Ao amanhecer dum dia de verão,
À luz das estrelas na escuridão,
Ao cheiro do orvalho,
Ao toque da brisa do mar,
A isto, aquilo, sei lá!
Acho que podia continuar, continuar...

Amor de Inverno, amor eterno
Amor de vaidade, amor com saudade
Amor de ternura, amor que perdura
Amor com ferida, amor para a vida.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...