AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

quarta-feira, 16 de março de 2016

Em memória de J.O.M.


(imagem retirada da internet)


Homem lutador, persistente,
Desportista e competente
Desistir nunca foi o seu lema
Construiu o seu mundo
Com sentimento profundo
Sempre fiel ao seu sistema

Pai, marido, filho e irmão
Sempre pronto a dar a mão
A quem a ele recorria
Sentido de humor apurado
A gargalhada era o seu fado
E o seu trunfo a alegria

Os dias ainda doem a passar
Não quiseram regressar
Ao tempo em que os preenchias
A saudade ainda não adormeceu
Porque ainda não esqueceu
O amor com que nos protegias

Até que nos voltemos a ver
Vamos tentando aprender
A caminhar sem os teus passos
Agora falamos-te em oração
Palavras que saem do coração
Ficando a faltar os teus abraços

Vai ficar para sempre gravado
O sorriso e o cuidado
Daquele que tanto nos ensinou
Quem viveu intensamente
Apesar de partir precocemente
Continua a viver naqueles que criou.

Sem comentários:

Enviar um comentário