AVISO

É expressamente proibida a cópia ou reprodução em parte ou na totalidade do conteúdo deste blog, sem prévia autorização, estando reservados os direitos de Autor.

Para utilização de qualquer poema, é favor contactar a Sociedade Portuguesa de Autores..pt.

A Autora,

Isabel Mendes (Isamar)

domingo, 27 de julho de 2008

ADMIRADOR

Recebi pelo correio
A mais bela carta de amor
Desconheço donde ela veio
E desconheço o seu autor

Logo na primeira linha
Prendeu o meu coração
Começava com “Amor és minha...”
E ia desvendando a sua paixão

Chorei a meio da carta
Quando li que por mim sofria
Que um dia sem me poder ver
Era o que mais temia

Não me quis dizer o seu nome
Nem para onde lhe responder
Disse-me que todas as noites
Pensa em mim antes de adormecer

Despediu-se com tal ternura
Que acho que não mereço
Disse: “És a única cura
Para este mal de que padeço”

Sem comentários:

Enviar um comentário